quarta-feira, 21 de setembro de 2011

... mulher de todos os desejos ...

...

... " No início, apenas uma mulher, vasta e desorientada, possuída por uma legião de paixões. Mulher de todos os desejos, sem a nenhum se devotar. Em seus seios, todos os sonhos e nenhuma senha, todas as buscas e nenhuma meta. Assim, pecadora por não se saber e por não ser, os seus dias perdidos se dispersavam nos abismos do não sentido.
      Foi quando os seus olhos se cruzaram com o olhar de um homem inteiro e verdadeiro. Transparente olhar, que exalava melodia de silêncios, louvores a terra e ao céu, tremores de infinito e de eternidade. Homem louco de um amor devastador, embriagado de inocência e de mistério. Neste instante numinoso, de maravilha e de terror, ela se converteu ao eixo de seu desejo essencial, até então desconhecido. Totalmente apaixonada, despossuída dos demônios da distração, dos apegos, desorientação pelo passado e pelo futuro, deixou-se guiar pelas palavras estranhas deste homem, que caminhava na areia do mundo sem deixar pegada alguma "...

( Trecho do prefácio de Roberto Crema no livro ... - Maria Madalena-O Feminino Na Luz e Na Sombra - ... de Anna Patrícia Chagas Bogado )


...


... ainda não acabei de ler ...