quarta-feira, 7 de março de 2012

... Um leve rumor de integridade ...

... " Será que temos coragem de ser verdadeiros com a gente mesmo e admitir que muitas das coisas que falamos que estão boas, na verdade, poderiam estar muito mais satisfatórias?

Será que muitas vezes não nos acomodamos nas coisas por pensar que só daquela forma elas podem acontecer... e que, mesmo que essa forma esteja longe do que sonhamos, acabamos nos adaptando, como se só assim fosse o possível?

Quantos sonhos ainda nos fazem vibrar a Alma?

Tem horas em nossas vidas que são muito especiais porque nos levam a questionar coisas que eram verdades, até então... E nesses horas, podemos perceber o quanto estávamos presos e limitados nas antigas crenças e o quanto podemos ampliar nosso horizontes e nossos sonhos...

Nessas horas, é preciso a gente ter coragem de olhar para dentro e observar com cuidado onde estamos nos deixando enganar... o quanto estamos sendo verdadeiros com a gente mesmo... e o quanto estamos abrindo mão da nossa verdade para seguir a verdade do outro ... para seguir a verdade dos nossos medos, das nossas culpas e de todas as partes que rejeitamos em nós mesmos, mas que mesmo assim, ditam suas verdades, lá do mundo das sombras ... onde as colocamos e onde elas têm um poder muito maior do que quando nos dispomos a trazê-las à Luz ...

Aprendemos que existem boas e más qualidades, e que as boas deveriam ser mostradas e as más deveriam ser negadas e escondidas... e que estes conceitos variam de acordo com a época, a cultura, os grupos religiosos, políticos, etc. e dentro das nossas inúmeras experiências vividas nesse Planeta Terra, nesse e em outros corpos, nessa e em outras épocas... acredito que já passamos por tantas experiências onde esses conceitos variavam, que acho que temos dentro de nós muitas possibilidades que brigam entre si, que a mesma coisa que hoje é "boa" já foi "ruim" e vice-versa, e que se não nos dispusermos a olhar para dentro e liberar essa parafernália toda que dirige a nossa vida, estamos fadados a viver no " mais ou menos bom", estamos condenados a acreditar que o mundo limitado que enxergamos é tudo que existe ... Mas olhar com olhos de ver e com bons olhos ...

... Se quer mergulhar fundo para se encontrar por inteiro, deixe de lado o julgamento e coloque o Amor e Aceitação em seu lugar...
Uma pitada de bom humor também ajuda muito ... e os tesouros que vamos encontrar escondidos por trás das partes que estavam no mundo das sombras ... vão nos resgatando pouco a pouco e um leve rumor de integridade já começa a se instalar em nossa realidade " ...


...