quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

... Mulher Perséfone ...



... Em algum lugar onde nunca estive,
de bom grado além de toda experiência, seus olhos tem o próprio silêncio :
em seu mais frágil gesto há coisas que me envolvem,
ou que não posso tocar por estarem próximas demais
seu mais singelo olhar facilmente me desvela
embora eu tenha me fechado como dedos,
você abre pétala por pétala a mim como abre a Primavera
( tocando habilmente, misteriosamente ) a sua primeira rosa ...

... nada o que haveremos de perceber neste mundo iguala o poder de sua intensa fragilidade ...

- e.e. cummings -