domingo, 5 de maio de 2013

Em busca de temperar melhor a vida


... 

Dois dias sem net, até que não foi ruim ... faxinei guarda-roupa e gavetas (rs) ... um modo forçado de fechar a semana com A Sacerdotisa, pelo menos não precisei de me mudar para o meio do mato (rsrs)
... então, começo a semana com A Temperança ... vou ser repetitiva se disser que me surpreendeu, mas achei que precisava de mais tempo reclusa e eis que a ordem agora é temperar ... integrar ... cuidar de partes que ficaram em desequilíbrio   ... 

Será que o Rei vai gostar do meu tempero ??? (rs) ... não sei porque escolhi essa imagem ...
De qualquer forma A Temperança diz, que eu sei o que precisa ser feito e como fazê-lo ... será  ??? 
... talvez esteja faltando uma pitadinha de auto confiança, não é mesmo ...  ;-)

Enfim, vou tentar transmutar ... transformar ...



 Com a Temperança, as energias complementares da vida, tais como luz e escuridão, trabalho e descanso, razão e emoção, ativo e passivo, macho e fêmea, se unem. 
Isso é o elixir, a pedra filosofal produzida pelo alquimista. 
Carl Jung, em seus estudos, diz que a proposta real dos antigos alquimistas em seus experimentos e tentativas de transformar chumbo em ouro, nada mais é do que o processo de transformarmos nossas fraquezas (metais não nobres) com o uso da pedra filosofal (a sabedoria divina) em ouros (seres iluminados).

- Alex -