quarta-feira, 26 de junho de 2013

A superação de si mesmo




...


Em se tratando da sua evolução consciencial, o maior desafio do ser humano é o da superação de si mesmo, já que é no interior de cada um que encontramos individualizados os maiores obstáculos ao cumprimento desta árdua jornada. 

É nesse solo interior que se encontram, por exemplo, a ignorância, o orgulho e o egoísmo, elementos propulsores de suas maiores deficiências, ou seja, dos seus vícios, propensões e desvios de caráter de toda ordem. 

Enquanto segue distraído por atalhos ilusórios em busca de suas satisfações sensoriais e mundanas, você não percebe o quão distante fica da sua essência e daquilo que realmente o fará melhor. Muitas vezes o orgulho não lhe deixa espaço para reconhecer que necessita aprimorar seu aprendizado e dar mais atenção ao significado de tudo quanto tem lhe sido apresentado pela vida nas mais variadas formas de desafios. Nem mesmo o sofrimento o faz parar para analisar sua trajetória e redefinir caminhos. 
A soberba, filha-irmã do orgulho, rege aquilo que o pobre de espírito chama de destino. 
Mesmo que não admitamos há uma verdadeira batalha interior instalada em cada um de nós: de um lado o nosso ego que é composto de uma gama imponderável de impulsos, crenças, preconceitos, medos e desejos, muitos dos quais conflitantes entre si e que nos fazem consumir grande quantidade de energia; do outro lado nosso eu que, quando consciente, nos chama atenção para qualificar valores e princípios, apontando para ações benéficas e construtivas. Portanto, se formos suficientemente capazes de pelo menos diluirmos a influência do ego sobre nossas ações, controlando-o através da nossa racionalidade, é possível afirmar que estaremos superando muito dos nossos limites e propensos a atingir objetivos maiores, indo além da média que para muitos é entendida como satisfatória, mas, que na verdade é o anteparo da mediocridade.

Superar a si mesmo, entre outros aspectos, demanda saber gerenciar racionalmente a labuta existencial em todos os seus meandros e percalços, utilizando de maneira primorosa a inteligência e todos os mecanismos mentais à sua disposição. Provavelmente, ainda há muito a ser aprendido sobre a vida, sobre este desafio da superação humana, mas, você deve avançar perseverante porque, além das complexidades, muito se tem conseguido com discernimento e simplicidade. 

Para ilustrar tal afirmação, é bom saber que em certos momentos uma simples mudança de perspectiva pode fazer uma grande diferença. Acredite: se não há como mudar o caminho, mude pelo menos o seu modo de caminhar. 

Boa Reflexão e viva consciente.


www.viverconsciente.com.br