sexta-feira, 27 de setembro de 2013

E foi então que entendi, que eu nunca te amei de verdade ... pois, não havia liberdade em meu sentimento ...
... havia um apego ... um medo ... um sufoco ...
... havia uma angústia ... uma loucura ... uma solidão ...

E foi então que percebi que ao achar que te amava ... eu me perdi ...
... perambulava feito um cachorro sem dono, atrás de uma sombra ...
... perambulava feito uma folha ao vento, atrás de um sonho ...

E foi então que senti falta de mim ... e estou chegando aos poucos ...
... a cada novo dia uma parte de mim me reencontra ...
... a cada dia um novo sopro me restaura ...

Estou chegando aos poucos, ao mesmo ponto onde te encontrei pela primeira vez
Estou chegando aos poucos, ao mesmo ponto onde me tornarei inteira novamente 

... se eu serei capaz de amar de verdade, eu ainda não sei ... 
Mas, "eu não vim até aqui pra desistir agora " ...