sábado, 5 de outubro de 2013


" Eu conheci uma mulher sábia
Que me disse
Que o rio me moldaria
O vento selvagem me resfriaria
O malandro coiote me enganaria
O Pai Sol me aqueceria
A Mãe Terra me vestiria
A Avó Lua me cumprimentaria
E que coisas antigas ela me ensinaria.
A mulher sábia disse-me
Para andar sempre com leveza
Pisar a terra gentilmente, com carinho
E para me servir dela com moderação
Pediu-me para compartilhar com os outros
O que com ela aprendi
Disse-me para sossegar e respirar, sempre com paciência
Porque a teia da vida
Teceu o que é para ser
Mas que ainda assim devo escolher
O meu próprio caminho.
E, finalmente, a mulher sábia disse-me
Para ouvir a sábia
Que habita dentro de mim
Que fazer o meu caminho em equilíbrio
É também ser livre
Mais do que apenas palavras


Assim seja "...





Autor: Desconhecido
Tradução livre IC
Fonte: Wild Woman Sisterhood