terça-feira, 25 de março de 2014

A MULHER PRECISA DE GRITAR A SUA FÚRIA





"Houve muita especulação quanto ao fato de uma mulher furiosa ser apavorante no seu poder. No entanto, essa é uma projeção da angústia pessoal do observador, demasiada para que qualquer mulher a suporte.
Na sua psique instintiva, a mulher tem o poder, quando provocada, de se enfurecer com consciência – e isso realmente é algo poderoso. 
A raiva é um dos meios inatos de que ela dispõe para começar a criar e a manter o equilíbrio que necessita, tudo o que ela realmente ama. É seu direito e, em certas horas e sob certas circunstâncias, é seu dever moral.
Para as mulheres isso significa que existe a hora para mostrar os dentes, para mostrar a poderosa capacidade de defender o seu território, para dizer ”até aqui nem mais um passo, não passe a responsabilidade adiante, não se intrometa, tenho uma coisa a dizer, tudo isso vai decididamente mudar”.



"MULHERES QUE CORREM COM OS LOBOS"

- CLARISSA PINKOLA ESTES - 


( http://rosaleonor.blogspot.com.br/ )