segunda-feira, 31 de março de 2014

domingo, 30 de março de 2014



"  Senhor, se eu te amar por querer o Céu, exclui-me dele...
Se eu te amar por medo do inferno, joga-me nele...

Agora, se eu te amar pelo que Tu és, Senhor, não me
escondas o rosto "


...

(Oração do século VI A.C., encontrada em descobertas arqueológicas na Palestina, no início do século XX.)




www.facebook.com/pages/O-Mundo-de-Gaya

sábado, 29 de março de 2014

Ela subiu as escadas carregando sua bicicleta ...
... era tão leve !!!
Entrou em casa e sentiu se feliz ... 
... uma claridade intensa iluminava o ambiente e deixava uma sensação de paz.

...

Ela estava em paz !
A liberdade conquistada a deixava em paz ... apesar de ser desproporcional ao seu tamanho. 
Como ela se sentia pequena diante daquela imensidão à sua frente e mesmo assim ela se equilibrava como podia e tentava manter firme a direção.




(25/03)

quinta-feira, 27 de março de 2014





... Eu sei que eu sonhei para você um pecado e uma mentira
Eu tenho minha liberdade, mas não tenho muito tempo
Fé foi quebrada, lágrimas precisam ser choradas
Vamos viver algo depois de morrermos ...

quarta-feira, 26 de março de 2014

Conta  a lenda que dormia
Uma princesa encantada
A quem só despertaria
Um infante, que viria
De além do muro da estrada

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa Adormecida,
Se espera, dormindo espera,
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Romper o caminho fadado,
Ele dela é ignorado,
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino 
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora,

E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.

- Fernando Pessoa - 
( Eros e Psique )

terça-feira, 25 de março de 2014

A MULHER PRECISA DE GRITAR A SUA FÚRIA





"Houve muita especulação quanto ao fato de uma mulher furiosa ser apavorante no seu poder. No entanto, essa é uma projeção da angústia pessoal do observador, demasiada para que qualquer mulher a suporte.
Na sua psique instintiva, a mulher tem o poder, quando provocada, de se enfurecer com consciência – e isso realmente é algo poderoso. 
A raiva é um dos meios inatos de que ela dispõe para começar a criar e a manter o equilíbrio que necessita, tudo o que ela realmente ama. É seu direito e, em certas horas e sob certas circunstâncias, é seu dever moral.
Para as mulheres isso significa que existe a hora para mostrar os dentes, para mostrar a poderosa capacidade de defender o seu território, para dizer ”até aqui nem mais um passo, não passe a responsabilidade adiante, não se intrometa, tenho uma coisa a dizer, tudo isso vai decididamente mudar”.



"MULHERES QUE CORREM COM OS LOBOS"

- CLARISSA PINKOLA ESTES - 


( http://rosaleonor.blogspot.com.br/ ) 

segunda-feira, 24 de março de 2014

" A verdade da vida não é uma meta a alcançar num

 determinado momento no futuro; é a realidade do passo 

dado neste preciso instante. Pensar na realidade como uma 

linha reta, uma progressão linear do princípio ao fim, de

 causa a efeito, da ideia à realização, é um erro, e cada 

ponto da sua circunferência é ao mesmo tempo o centro, o 

ponto de partida, e o ponto de chegada. "


Hogen Yamahata

...

domingo, 23 de março de 2014

sábado, 22 de março de 2014

Havia uma flor rara crescendo no jardim ... e o jardineiro não a percebera ...
Passava os dias regando, adubando ... zelando ... pelo seu complexo e padronizado jardim, pois foi assim que aprendera a cultivar, sem levar em conta a sua intuição.
Enquanto isso a pequena haste da flor tentava se firmar ... se posicionar ...
... procurando tirar o melhor daquilo que o jardineiro oferecia como sustento, na esperança de que um dia pudesse lhe retribuir com seu fruto.


Não resistiu ... e sucumbiu, sem que o jardineiro a percebesse.
(ela era só mais uma na multidão de cores e aromas )


...

Ela não resistiu ao espaçamento inadequado das entrelinhas e morreu sufocada pela ilusão de normalidade do mundo ao seu redor.

...


sexta-feira, 21 de março de 2014

Por que prender a vida em conceitos e normas?
O Belo e o Feio...
O Bom e o Mau...
Dor e Prazer...
Tudo, afinal, são formas
E não degraus do Ser!

Mário Quintana

quinta-feira, 20 de março de 2014

quarta-feira, 19 de março de 2014



 Ela atravessou a cidade, sem rumo, e chegou até o ponto onde acabava a estrada ...
 Em dúvida, olhava tudo ao seu redor ... a sua frente havia um descampado e à sua direita uma densa floresta ... sua angústia aumentava e tinha esperança de encontrar algum sinal que a mantivesse no caminho certo. De repente avistou alguém lhe acenando; como não o reconheceu voltou pela mesma trilha de onde viera ... desceu lentamente e chegou até uma praça onde passou distraída e não percebeu que estava sendo montado um grande palco.
 Seguia absorta em seus pensamentos, atravessou uma viela e notou alguns seguranças patrulhando o local, só então entendeu o que acontecia realmente na praça, eles estavam se preparando para mais um show.
 Ela pensou em voltar ... mas, não teve ânimo. Continuou seguindo em direção a um grande portão,  avaliou se era isso mesmo que queria e antes que a dúvida a paralisasse, uma voz lhe sussurou:
- Não se preocupe, quando quiser voltar ... volte !!!

Ela seguiu então, sem olhar para trás.



(15/03)

segunda-feira, 17 de março de 2014




Respira, se acalma, se aquieta
A alma quando inquieta
apenas te desconecta
te distancia…te faz sofrer
Respira, se acalma, se aquieta
Pára e ouve seu coração
Escuta com calma e sem pressa
em cada pulsar ele fala com você
Respira, se acalma, se aquieta
Paralisa a mente que mente
Separa o que é seu da mentira
Olha através da ilusão
Respira, se acalma, se aquieta
Sua alma aos poucos responde
Seus sentimentos aos poucos ressurgem
Ressurgem e te fazem sorrir
Respira, se acalma, se aquieta
Olha através da membrana
Percebe a Luz refletindo
fluindo através de você
Respira, se acalma, se aquieta
Sente a alegria que surge
Sente a taça transbordando
Sentimentos que fluem de você
Respira, se acalma, se aquieta
A procura termina AGORA
Recupere o que tanto buscava
Permita-se, sinta, SEJA você
Respira, se acalma, se aquieta
Esquece o que te ensinaram
Sinta o momento presente
ELE agora está dentro de você
Cibele Santos


http://omundodegaya.wordpress.com/

sexta-feira, 14 de março de 2014

Será que sou Normal?



... " Ser ou não ser normal é um julgamento que se apoia em crenças e valores que trazem uma noção de limite.
Dependerá da cultura e sociedade em que se vive; a conduta e postura aceitáveis estão dentro de determinados padrões ...


... 



Diferenças culturais, religiosas e diversas convicções. Cada qual defendendo a sua própria verdade.

O que se tornou unânime é a prisão sufocante que vivemos em prol dessas verdades e o quanto nos esforçamos para sermos considerados pessoas "normais", impondo-nos uma série de regras a serem seguidas. Temos que assumir determinados comportamentos para sermos aceitos na sociedade.

É muito estressante desempenhar um papel perante o outro e o meio em que vivemos. Qualquer deslize pode comprometer o julgamento sobre nossa "sanidade mental".
Seguir um padrão comportamental, que reprime, produz um ser "artificial", desconectado de si mesmo. Assumindo a ilusão como realidade e a doença como resultado da artificialidade.
Os transtornos psicológicos de ansiedade e  depressão são os primeiros sintomas que acompanham o ser artificial.

O excesso de regras comportamentais nos impede de agir e viver com naturalidade.

Natural é a condição essencial do homem são.

Viver in natura, apenas ser o que é. A simplicidade nos conduz à paz interior e à saúde integral.
Toda doença advém do ser artificial, essa casca dura e grossa que nos separou do Todo " ...

- Nadya Prem - 

quinta-feira, 13 de março de 2014





... "Desde sempre esteve esperando por você na sua floresta interior, uma mulher, a maior das maiores, sentada à beira da maior das maiores fogueiras. Apesar de você atravessar a escuridão esmagadora para criar diamantes, ou o deserto que a priva de tudo mas que a sustenta com sua água oculta, apesar de ter de se desviar ao chegar ao rio para ser transportada por sobre as corredeiras por mãos invisíveis... apesar de toda e qualquer luta... aquela mulher, a maior das maiores, em pleno espírito, está à sua espera, enviando pacientemente mensagens pelo sistema de raízes da sua psique de todos os modos possíveis. Esse é o trabalho dela, o maior dos maiores. E o maior dos maiores trabalhos que cabem a você é encontrá-la e mantê-la para sempre. Há quem diga que bênçãos são apenas palavras. Mas, minha filha, tendo em vista sua esperança, sua capacidade para amar, seu anseio pela alma e pelo espírito, sua carga criativa, seu interesse e fascínio por viver a vida plenamente, essa bênção para você não é só "palavras". Digo-lhe que esta bênção é profecia. "Quando uma pessoa vive de verdade, todos os outros também vivem. " ...

- Clarissa Pinkola Estés - 


( http://rosaleonor.blogspot.com.br/ )

quarta-feira, 12 de março de 2014



Entre o sono e o sonho,
Entre mim e o que em mim
É o quem eu me suponho,
Corre um rio sem fim.

Passou por outras margens,
Diversas mais além,
Naquelas várias viagens
Que todo o rio tem.

Chegou onde hoje habito
A casa que hoje sou.
Passa, se eu me medito;
Se desperto, passou.

E quem me sinto e morre
No que me liga a mim
Dorme onde o rio corre -
Esse rio sem fim


- Fernando Pessoa -
( Rio Sem Fim ) 

terça-feira, 11 de março de 2014

É tempo de ... DESAFIAR



... A vida é cíclica e, por isso, requer movimento.
Acomodação não é sinônimo de equilíbrio, buscar o novo é o único caminho para o crescimento interior.
Lance-se nessa jornada saboreando a gostinho da aventura, pois a vida é um conjunto de surpreendentes desafios diários ...

...

domingo, 9 de março de 2014

ACALMA MEU PASSO, SENHOR

Imagem
Acalma  meu passo, Senhor!
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranquilidade das montanhas.
Retira a tensão dos meus músculos e nervos com a música tranquilizante dos rios de águas constantes que vivem em minhas lembranças.
Ajuda-me a conhecer o poder mágico e reparador do sono.
Ensina-me a arte de tirar pequenas férias: reduzir o meu ritmo para contemplar uma flor, papear com um amigo, afagar uma criança, ler um poema, ouvir uma música preferida.
Acalma meu passo, Senhor, para que eu possa perceber no meio do incessante labor cotidiano dos ruídos, lutas, alegrias, cansaços ou desalentos,
a Tua presença constante no meu coração.
 Acalma meu passo, Senhor, para que eu possa entoar  o cântico da esperança, sorrir para o meu próximo para escutar a Tua voz.
Acalma meu passo, Senhor, para que eu possa enterrar minhas raízes no solo dos valores duradouros da vida e crescer até as estrelas do meu destino maior.
Obrigado Senhor, pelo dia de hoje, pela família que me deste, meu trabalho e sobretudo pela Tua presença em minha vida.
Obrigado, Pai!
És meu refúgio permanente, único caminho que me permite encontrar a paz!
Por: Ivete Tayar







http://omundodegaya.wordpress.com/


sábado, 8 de março de 2014



... " A verdade é que morri muitas vezes. E nasci de novo, insistentemente. Nasço criança sempre que descubro um novo amigo. Quando lateja o meu amor pelo meu filho. Quando me apaixono de novo pelo meu amor. Nasço de tanto amor que sinto. A vida me gasta, mas não me envelhece, porque eu insisto na alegria. Quanto mais o tempo avança, mais ingênua eu me torno, mais crianças descubro em mim. " ...

- Cris Guerra -


http://www.crisguerra.com.br/


quinta-feira, 6 de março de 2014



... " Deus vive dentro de você como você mesmo, exatamente da maneira que você é. Deus não está interessado em ver você executar uma pantomina de personalidade, de forma a corresponder a alguma ideia maluca que tenha sobre a aparência ou o comportamento de alguém espiritualizado ... 

... simplesmente permaneça como foi criado, dentro do seu caráter natural. " ...

- Elizabeth Gilbert - 

... 

quarta-feira, 5 de março de 2014



Uma casa de roça
... quintal, horta, pomar

Um menino a brincar 
... lençol que vira capa ... super herói a voar

Uma reunião familiar
... um pai, um amigo e o oculto ... um rival a bloquear

Uma mulher, uma menina a lhe olhar
... um toque ... tentativa de lhe decifrar

Um homem que entra pela porta
... é o mesmo menino que a pouco estava a voar?



Uma mulher menina
Um menino homem
... alquimia ... a se transmutar ...

...  

( 22/02 )



terça-feira, 4 de março de 2014









... " Ela só tem a menor das chamas, por vezes,
Para iluminar o caminho que você sabia que estava sempre lá.
No coração da matéria, é a viagem que nos mantém quente,
As luzes que nos levam onde nós estamos indo.
Que você possa levantar os olhos e saber a cada passo:
Nós não estamos sozinhos. " ...


...

segunda-feira, 3 de março de 2014

Era uma vez, na luz das estrelas...





























Era o tempo de sua liberdade,
E você dançava pelo éter...
De mãos dadas com as estrelas.

Era a hora de suas escolhas...
E você olhou para a Terra, e sorriu.
E desceu para mais uma jornada no mundo.

Era assim que você fazia: dançava no céu.
Mas, agora, você não se lembra disso.
E as estrelas estão com saudades.

Era tão lindo o seu vôo...
Você voava cantando e rindo.
E deixava um rastro de luz por onde passava.

Era outro tempo, em outro lugar.
Mas chegou a hora da colheita...
E você virou o bebê de alguém.

Era o tempo de uma nova vida...
E você riu, e me disse: “Não se esqueça de mim!”
Ah, querida! Como esquecê-la?

Era uma vez, acima do mundo e além da vida...
Quando eu fiz uma canção.
E ela falava de você.

Era uma vez, querida...
Quando um grande amor desceu em mim.
E eu dancei com as estrelas, por você.

Era no espaço, por entre os pensamentos.
Era no coração, por entre os sentimentos.
Era na canção de amor que fiz, por entre os planos.

Era uma vez... Quando o amor fez o meu coração falar.
Era eu o menino do seu sonho.
E aquela estrela que você tanto gosta, também sou eu.

Era eu olhando-a pequena no berço.
E, certa vez, você me viu, e disse:
“Têm um anjo no meu quarto!”

Era mais do que um sonho, minha pequena.
E, na letra dessa canção, eu me revelo a você.
Para que você se sinta muito amada.

Era outro tempo...
E eu não me esqueci de você.
E a canção fala por mim.

Era uma vez... Quando eu dancei com as estrelas.
Por você. Pelo amor.
Quando eu virei menino.

Era uma vez... Quando o amor me fez escrever.
Então, algo desceu do céu, em seu coração.
E você ficou feliz, sem saber o motivo.

Era um presente... De outro coração.
Era essa canção, por entre os planos da vida.
E, agora, você sabe: o amor é maior do que tudo!

Era uma vez, na luz das estrelas...





P.S.:
No silêncio da meditação, eu ouvi uma voz sutil.
Ela me disse: “Deixe o seu coração falar...
Escreva uma canção de amor, que inspire outros corações”.
E eu fiz. E agora, eu sou só o que o amor fez de mim.
Sumiu o homem, ficou o menino... E eu, cada vez menor.
Sim, cada vez menor, diante do infinito...
Enquanto um grande amor fala em meu coração:
“Vive, ama, escreve, compartilha, compreende, ri, e segue...”

(Dedicado para aqueles que sentem um grande amor em seus pequenos corações e que, por isso, são apaixonados pela Vida e pela Luz.)

Paz e Luz*.
Wagner Borges – transbordando de amor e luz no meio da noite silenciosa...


domingo, 2 de março de 2014



... " Quando as dúvidas param de existir, é porque você parou em sua caminhada. Então vem Deus e desmonta tudo, porque é assim que Ele controla seus eleitos; fazendo com que percorram sempre, por inteiro, o caminho que precisam percorrer. Ele nos obriga a andar quando paramos por qualquer razão - comodismo, preguiça, ou falsa sensação de que já sabemos o necessário.

Mas tenha cuidado com uma coisa: jamais deixe que as dúvidas paralisem suas ações. " ...

- Paulo Coelho - 

...

sábado, 1 de março de 2014