quarta-feira, 11 de março de 2015

... " A mim seduzem silêncios tanto quanto palavras ...

A mim, me interessa o que normalmente ninguém valoriza: escrevo tateando o avesso das coisas, de onde nos vem o medo, que impulsiona tanto quanto o desejo ...

... Nem sempre acerto o tom, nem sempre encontro palavras, eventualmente magoo a quem amo e agrado a quem deveria censurar.
Palavras são animais esquivos, ninguém as domestica, ninguém consegue fugir ao seu poder. ( nem sabemos o poder que elas têm e concedem ) " ...

- Lya Luft -