quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Você pensa só com a cabeça ?!?

... " A racionalidade é um dom maravilhoso! Com ela temos todas as possibilidades do mundo, temos a capacidade de transformação, de entendimento, da compreensão, de aprendizado. Tantas coisas boas e incríveis!
O problema com a racionalidade começa quando definimos que a sabedoria provém apenas dela, que ela é a única fonte a ser consultada para a tomada de decisão, quando anulamos as informações que não tenham base sólida e concreta, quando ignoramos e desprezamos as mensagens enviadas pelos corpos físico, emocional, espiritual, causal e divino que atuam conjuntamente com o corpo mental. Quando é assim, ela provoca cegueira e limitação.
Quanto maior é a identificação com o mental, menor é o autoconhecimento. Bizarro, mas assim é. Quando a racionalidade predomina perdemos a capacidade de ver e perceber as coisas em suas várias nuances, tornamo-nos críticos e rígidos, distanciamo-nos de nossos outros dons, vemos a realidade com olhos míopes, perdemos a fé, o foco e ficamos robotizados.
A razão é a criadora dos pensamentos, a definidora de ideologias e crenças. Tudo está em nossa mente! Até mesmo a realidade em que vivemos é interpretada por nossa cabeça, então façamos bom uso dela! Quando a mente está integrada com a intuição, com os instintos, com a emoção, com a energia espiritual, ela é potencializada e somos capazes de ampliar nossa visão sobre as coisas, as situações, o mundo e, especialmente, sobre nós mesmos!
No lugar de uma mente que julga e pune, tenhamos uma mente que enxerga além do que os olhos estão vendo. No lugar de uma mente cheia de verdades e preconceitos, uma mente livre e aberta para aprender e se rever. No lugar de uma visão curta sobre quem se é, uma amplitude e descobrimento de tantos talentos, beleza, sensibilidade e inteligência efetiva. "

- Magda Kumara -