domingo, 3 de julho de 2016


" Sempre há um passo além, algo a descobrir, véus a retirar, vendas e amarras de que se libertar, entregas a experimentar.
Da luz à luz, do cosmos ao cosmos. Novos ciclos se inauguram alterando a feição dos dias e das noites, redimensionando a consciência.

Forças de elemento Água convidam às atividades em profundidade, em afinação com nossos sentimentos.

Na Lua Nova de Câncer (4/7), o astro noturno vai ao encontro do Sol e faz as honras da casa, abrindo caminho aos mundos de dentro, ao recôndito em cada um. 
Sumir do mapa? Como assim, cosmonauta?! 
Nada para se fechar, se defender ou se esconder, não, mas sim iluminar o que subjaz em aparente silêncio, liberar as senhas que dão acesso a todas as sendas e soltar seu canto. 
Momento de balanço das polaridades das energias internas, essência que se refletirá nas experiências externas. Valores são revistos e emoções pedem espaço de expressão. 

O centro é a fonte e a foz.
Nas ondas da galáxia, o humano sábio sintoniza sua respiração e reorienta o navegar.

Aprendizado da passagem, a graça de cada momento infinito. "

- Amanda Costa - 

( http://www.amandacosta.com.br )