quarta-feira, 10 de agosto de 2016






É calmaria! É cal-MARIA!
Estou em alto mar, ventos fortes vão soprando
as ondas se elevando
o mar parece dançar...
Mas estou entregue a Ti
Senhora dos Mares e Ventos
No centro do Teu coração a mansidão!
Seus ventos me elevam e Suas ondas me guiam
não há medo, nem dúvidas
a entrega é verdadeira
e meu barco da Tua madeira
cujo cerne a vida traz!
Navego na Tua Paz...
Sua Luz me aponta o caminho
vou chegando de mansinho...
e vislumbro a Sagrada Torre
além de todos os Mares
acima de todos altares
Aonde o vento, seu mensageiro
eleva ao destino todas as preces!
Nossa Divina Dama,
Torre do Rebanho da Humanidade,
Que todos os barcos reencontrem o caminho que e-leva a Ti
E bendita seja essa sagrada jornada
que se inicia no Cálice Sagrado
do coração de cada filho Seu,
Onde sopram os ventos e balançam o mares
O princípio e o destino de tudo o que existe...
É calmaria, a graça de retornar a Ti!