quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Retrospectiva 2016

... nada a declarar ...

Mais um ano que passou ... voando
Palavras que voaram ... passaram
Sentimentos passados ... voaram-se

Muita coisa aconteceu, sendo que nada se tornou acontecido ...

O nada que aconteceu, se tornou fato acontecido ...

... e o tudo que foi sendo, se tornou palavras voando e sentimentos passados ...

Nada de fardos ... tudo leve, como deve ser qualquer passagem !!!

...

"Abra-se para sua sensibilidade e delicadeza, para o que não tem definição... Definir, não raro, pode ser o fim."

- Amanda Costa -

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Diário de Bordo ... A chuva lá fora

Lá fora uma chuva torrencial ... 

Aqui dentro sentada na frente do computador, onde a intenção era de só imprimir rapidamente o molde da Branca de Neve que irei fazer em feltro para o aniversário da minha sobrinha ... mas, me distraí olhando coisa e outra ... visitando blogs ... 

Adentrando mais um pouquinho me peguei no desejo de escrever algo que nem sei o que ... 

...

O Eremita ... mudo ... ou falando muito pouco ... uma viagem distraida, sem focar muita coisa ... o pouco de atenção já gera um certo cansaço, com situações que se repetem ... repetem ... repetem 

...

Lá fora uma chuva torrencial ... o mundo movendo-se rapidamente ... pessoas mudando ... posturas rompendo o frágil ... o desejo sacudindo a acomodação ... a insatisfação gritando ao ego ... 

Aqui dentro ... entre feltros ... linhas ... cores ... a mão movendo-se rapidamente ... a mente distraída ... os pés descalços ... 

Adentrando mais um pouquinho ... mudando os ângulos ... o frágil tornando-se forte diante de certas posturas ... acomodando a essência ... o ego resignado ... 

... e na repetição surge algo novo ... 

...

Lá fora uma chuva torrencial ... ecoa dentro de mim ... em transe ...

...

... até ouvir o marido gritando o meu nome ... voltando à terra em 3 ... 2 ... 1 ... (rs) !!!