sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

COMO É QUE NÃO VEMOS?


Como é que não percebemos que existimos entre o céu e a terra (o Kosmos) e somos nós próprios/as o maior milagre manifestado à face da Terra e reflexo desse mesmo incomensurável universo, quebra-cabeças para a mente limitada do Homem e da ciência.
Cada dia que acordo rendo-me estupefacta ao pleno milagre de estar viva e poder respirar...este facto alheio à minha fraca vontade, é tão grandioso que as nossas pobres mentes se agarram às mais pequenas e insignificantes coisas do dia-a-dia e da rotina para esquecer tão impressionante facto...
Adormecer e acordar num acto de pura magia...
O Ser humano é tão magnífico na sua constituição, tão assombrosamente "criado" que o Homem só pode pensar num Deus como seu Criador em vez de Uma Mãe...Mas o que é paradoxal é que afinal de contas o Homem não consiga expressar nem viver de acordo com a sua magnificência e acabe destruindo por ignorância e cegueira a coisa mais sagrada que existe ao cimo do Planeta: Ele próprio e a toda a Humanidade.
Assim, o milagre incomensurável da vida humana é como que negado pela total incapacidade que o Homem tem de se aperceber da sua própria grandeza. E ainda mais absurdo e caricato é o Homem destruir e matar as criaturas em nome do Criador...e desprezar a Mulher e Mãe…
Como pode o Ser Humano viver e sobreviver a este paradoxo?
De um lado um Corpo sustido e mantido por uma Energia, FORÇA Inteligente e Suprema, que nos mantem vivos a cada segundo e por outro, uma mente obscura e limitada que mata e destrói a prova mais incrível da sua grandeza que é a sua própria existência e a vida em si e de toda a Natureza e animais.
Acordar e respirar o ar, ouvir o bater do nosso coração sincopado, com precisão, sentir o circular do sangue nas nossas veias, pulmões órgãos e vísceras, ver este esqueleto magistral que se ergue e caminha erecto sobre a Terra, que maior Milagre?
Não seria este o milagre mais do suficiente para que todos caíssemos de joelhos face à criação altíssima e incompreensível para os nossos sentidos e intelecto e agradecer a nossa existência, respeitando a nossa VIDA, A MÃE DE TODAS AS COISAS e a de todos os seres vivos e elementos?
Se o Ser Humano conseguisse VER a grandeza do seu SER talvez percebesse que Ele próprio é um Deus/a...
Mas aí é verdade, falta-lhe uma CHAVE e desvendar o único Segredo que não está na Ciência mas dentro de si mesmo/a! 
 
- Rosa Leonor Pedro - 


( http://rosaleonor.blogspot.com.br/ )