segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

" Inaugurada a nova folhinha, vida que segue. O que mudou? O que faremos mudar? Impermanência, a única constante. As páginas dos dias e noites se abrem para escrevermos a história."

- Amanda Costa -